1Amor1Ciclo

Eu orei, levantei minha voz.
Chorei e ergui um clamor.
Te chamei, mas não estávamos a sós.
Te ordenei, como se te pedisse um favor.

Perguntei com todo meu amor,
Mas não sosseguei, pois sua resposta não me consolou.
Eu sentei, não aguentava mais esperar.
Para a minha casa até te convidei,
Mas nunca para nos meus aposentos habitar.

Eu lutei contra o estranho que pela noite me visitou,
Prevaleci e me declarei o vencedor.
Nunca soube quem era, pois em mim nenhuma marca deixou.

Fiz uma oração sincera, pus meu coração em sua mesa.
Mas quem disse que ele estava no ponto para ser servido?
Talvez não possa confundir a minha sinceridade com a “Verdade”.
Talvez não devesse confundir minha surdez com seu silêncio,
Ou a minha maldade com aquilo que não me parece inocente,
Minha nudez com sua pureza.

Permanecia em pé, ainda que ajoelhado.
Lábios se movendo, porém com o coração selado.
Não queria teus conselhos, queria tão somente aconselhar-te.

Quanto mais eu falava, mais eu crescia, mais eu subia.
Quanto mais eu falava, mais você descia.

Ouvia uma voz a me chamar, distante,
Tentando se fazer escutar.
Mas nunca conseguiu minha atenção.

Um dia a voz pediu ajuda ao vento,
Ele soprou mais forte do que nunca.
Varreu as ruas e levou consigo meu equilibrio.
Me derrubou!
Não soube de onde veio, não poderia evita-lo.

Mas só quando caído pude observar uma estranha luz que piscava por debaixo do chão.
Seria uma estrela? O céu estava aos meus pés?
Estaria eu percebendo a vida as avessas?

Agora conseguia ouvir nitidamente a voz que antes apenas sussurrava.
Ouvia suas respostas!

Descobri que a sublime voz tinha uma missão: trazer-me ao chão.
Me explicou que aquele sentimento de ascensão, de decolagem, daquela mais pura liberdade
Nada mais era do que a sensação da queda livre.
Subia em direção ao desespero, ao inferno.
Aprendi que precisava descer para chegar no céu,
Cair para que você pudesse me levantar.

Luiz Felipe Queiroz

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar.

Responder

Você pode utilizar HTML tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>